Terça-feira, 6 de Outubro de 2009

Como já foi referido no post anterior, o desenvolvimento modular funciona no sentido de reduzir a complexidade e facilitar uma resposta à mudança mais rápida, no entanto é preciso atender a algumas regras para que esta metodologia obtenha os resultados esperados. São elas:


a) esconder a informação: durante o desenvolvimento dos módulos deve-se ter o cuidado de evitar que quaisquer tipos de dados sejam acessíveis a outros, isto para minimizar eventuais problemas caso ocorram alterações posteriores nos módulos.
b) independência funcional: esta regra remete para o facto de que um software que faz uso de módulos independentes é mais fácil de ser desenvolvido e facilita também na manutenção do mesmo. A independencia funcional de um módulo mede-se através de 2 critérios, a coesão e o acoplamento. Coesão é ligação existente entre os vários módulos e quanto maior, melhor; já o acoplamento remete para o grau de interdependência entre os módulos e quer-se o menor possível, em condições optimas.
c) decomposição modular: que aponta para identificação e divisão de todos os sub-sistemas em módulos individuais.


Arquivado em:


1 comentário:
De Margarida a 14 de Outubro de 2009 às 11:43
idem (referências).


Margarida.


Comentar post

Sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Artigos recentes

Enquadramento Metodológic...

Modelo de Análise

ENTREVISTA - Actividade D...

Meta - Proposta de Índice...

Meta - Projecto de Disser...

Meta - Projecto de Disser...

Meta - Seminário

SPORE - Actividade de Aul...

Reunião na DreamLab

Mais sobre a Modularidade

Arquivo

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Arquivado em

conteúdos

dissertação

exercícios

metas

novidades

reuniões

seminário

todas as tags

Visita Número
Visitem Também
investigação MCMM

my agile bok

subscrever feeds